25.02.2011 | 10h31


POLÍCIA

PF estoura fábrica de munições na casa de PMs

MAYARA MICHELS      15h47
DA REDAÇÃO

Dois policiais militares foram presos na manhã desta quinta-feira (24), por comércio ilegal de munições, em Rondonópolis. Uma equipe de policiais federais cumpriu mandados de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara Criminal de Rondonópolis, e encontrou no local uma fábrica clandestina de munições.

Foram apreendidas uma máquina para recarga de munições, diversos recipientes com pólvora, espoletas, estojos e centenas de pontas de chumbo, além de balas de variados calibres, como .32, .38, .357, .44 e 12. Os dois policiais foram presos em flagrante por comércio ilegal de munição, crime previsto no Estatuto de Desarmamento (Lei 10.826/2003).

Segundo investigações, a dupla vendiam as munições não apenas para policiais, mas também para criminosos. Tanto que no dia 22 de fevereiro os policiais federais flagraram, após vigilância na residência do PM, um homem, que não é policial, comprando munições, também preso em flagrante.

 

Todo o procedimento de busca foi acompanhado por uma equipe da PM, bem como por um oficial militar, a fim de verificar a legalidade da atuação da PF e de colher evidências para a responsabilização administrativa dos policiais indiciados. 

A fabricação e venda de munições cladestinas tem pena  de reclusão, de 4 a 8 anos, sendo que pode ser aumentada da metade pelo fato de ter sido praticado por agente responsável pela segurança pública.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO