alexametrics
08.07.2020 | 15h19


POLÍCIA / MÉDICA DENUNCIOU

Pai e tio são suspeitos de estuprar bebê de 5 meses em MT

A mãe da criança teria dito em depoimento que, além dela, apenas o pai da criança e um tio ficaram cuidando da recém-nascida na segunda-feira (06), quando foi detectado o suposto crime na unidade de saúde, em Nova Mutum.


DA REDAÇÃO

A Polícia Civil de Nova Mutum (243 km da Capital) investiga uma denúncia de estupro de vulnerável contra uma bebê de apenas 5 meses. O crime sexual foi descoberto após a recém-nascida passar por exames de rotina, na última segunda-feira (06), em uma unidade de saúde do município, onde a médica detectou uma ‘anomalia’ no órgão genital da criança.

A médica teria questionado a mãe do bebê e ainda comunicado o fato ao Conselho Tutela de Nova Mutum que, imediatamente, teria comunicado o fato à Polícia Civil.

Segundo informações da imprensa local, a mãe da criança teria prestado depoimento e relatado que, no período da manhã da segunda-feira, a criança teria ficado por um período sob os cuidados do pai e do tio, que é irmão dela (mãe) e que essas seriam as duas únicas pessoas que estiveram sozinhas com a criança, além dela mesma.

Um inquérito para investigação do caso foi aberto e, inicialmente, o pai e o tio são apontados como os principais suspeitos.

Os nomes são mantidos em sigilo para não atrapalhar as investigações e resguardar a segurança da criança. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime