18.04.2019 | 15h39


ENGRAVIDOU APÓS ESTUPROS

Pai confessa que deu abortivo para filha de 11 anos e jogou feto em rio

As declarações constam em depoimento dado ao delegado plantonista na Central de Flagrantes.


DA REDAÇÃO

Cleiton da Paixão Guimarães, 39 anos, confessou ter comprado e dado comprimidos abortivos para a filha de 11 anos, que ele estuprou e engravidou e estava gestante de cinco meses. O criminoso relatou que pegou o feto, colocou em uma sacola e jogou no Rio Coxipó.

As informações constam no depoimento dele ao delegado plantonista na Central de Flagrantes (Cisc), no bairro Verdão. Cleiton foi preso pelo crime de estupro de vulnerável na última quarta-feira (17).

A Polícia Militar foi acionada por familiares. A garota passou mal após sofrer o aborto e foi levada para uma Unidade de Pronto Atendimento (Upa).

Preso pela PM, ainda em casa, Cleiton confessou o crime, afirmando que a sua filha, de 11 anos, engravidou após tê-la estuprado várias vezes.

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), também investiga se a filha mais velha, de 14 anos, também foi estuprada pelo pai. Ele nega.

As investigações também deverão apontar ser algum outro familiar apoiava os estupros.

Leia mais

Pai que estuprou e engravidou filha de 11 anos jogou feto no lixo após aborto

Pai estupra e engravida filha de 11 anos em Cuiabá; menina abortou no 5º mês











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER