17.05.2019 | 10h55


VEJA FOTOS

Operação Salutem apreende 71 veículos em Várzea Grande

Ainda foi contabilizado o recolhimento de 51 registros de veículos e 5 CNH’s.


DA REDAÇÃO

O 1° dia da Operação Integragrada Salutem terminou com saldo de 71 veículos recolhidos, dentre carros e motos, só em Várzea Grande, na quinta-feira (16). Também foram apreendidos 51 certificados de registro e licenciamento de veículo (CRLV) e cinco CNH’s.

A Operação Salutem se concentra em pontos de rodovias federais e visa a prevenção e repressão aos crimes de roubos e furtos de veículos e cargas, adulterações de sinais de identificação veicular, tráfico de entorpecentes, transporte irregular de cargas, porte ilegal de arma de fogo, descumprimento de medidas sanitárias, entre outros.

Em Várzea Grande, as fiscalizações aconteceram em três pontos da cidade.

Rodovia Mario Andreazza, altura bairro José Carlos Guimarães

Neste ponto foram registrados 82 Autos de Infração (AIT), sendo recolhidos 27 CRLV’s, 2 CNH’s e remoção de 37 veículos. As abordagens aconteceram nos dois sentidos da via, entre às 09h30 e 11h30.

Avenida Governador Julio Campos, na altura do bairro Jardim Glória II

Neste ponto foram registrados 67 Autos de Infração, uma CNH, 21 CRLV’s recolhidos. Também foram removidos do local 27 veículos, sendo 5 carros e 22 motos. As abordagens aconteceram nos dois sentidos da via, entre às 15h30 e 18h10.

KM 518 da BR-070

Neste ponto, as abordagens se estenderam ao logo de todo o dia e resultaram no recolhimento de três CRLV’s, duas CNH’s e sete veículos removidos, além de um tota de 24 Autos de Infração.

Além dos órgãos da Secretaria de Estado de Sergurança Pública (Sesp), participam da operação a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT) e Guarda Municipal de VG.

A previsão é que a operação seja realizada ao longo de 30 dias, incluindo todas as fases e etapas.

Leia mais

Sesp deflagra megaoperação contra crimes nas rodovias de Mato Grosso

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Alisson Vinícius   18.05.19 12h15
Quem dera essas fiscalizações fossem para prevenção de crimes, muitas delas só servem pra argiotagem, param o trabalhador vindo do serviço, impedem seu direito de ir e vir , seu direito a propriedade, enfim , uma verdadeira máfia, mas isso até começarmos a investigar a fundo , pra ver se estão realmente fiscalizando, muitas vezes só temos aquele veículo, passamos por dificuldades financeiras, daí por conta de um documento atrasado , e pela falta de um posto de negociação das dívidas no local, eles levam o veículo, os que estão realmente cometendo delitos, passam por essas fiscalizações muitas vezes despercebidos, até mesmo porque pensam que o criminoso durante o dia vai somente andar de moto

Responder

3
2
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER