alexametrics
17.12.2010 | 10h27


POLÍCIA

ONG manda cheques sem fundos de Teté Bezerra para MPE investigar

DA REDAÇÃO

A secretária de Turismo, confirmada para o ano que vem, no governo de Silval Barbosa, Teté Bezerra (PMDB), está passando por uma saia justa neste fim de ano. É que cheques sem fundos, emitidos por ela e que teriam sido usados para pagar cabos eleitorais, foram parar nas mãos da ONG Moral, que encaminhou ao Ministério Público Eleitoral (MPE) e já estão nas mão do procurador Thiago Lemos.


Os cheques são de R$ 510 cada, emitidos para Elis Regina Pereira Araújo, Maria Lucia do Nascimento e Catia Ferreira Machado. Elas teriam trabalhado para a então candidata a deputada estadual, Teté Bezerra, na cidade de Primavera do Leste, como cabos eleitorais.

Elis Regina teria trocado o cheque em um supermercado da cidade e que a coordenadora de campanha da peemedebista, identificada como Leninha Riva, que foi ao mercado para negociar a dívida, depois que o cheque foi devolvido pelo banco.

De acordo com a ONG, houve denuncias de que outros cheques de Teté foram devolvidos na região do Baixo Araguaia, além da informação de que cheques do deputado federal Carlos Bezerra (PMDB), marido de Teté, também teriam voltado em Santo Antônio do Leverger. A deputada eleita não foi encontrada para falar sobre o assunto.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime