18.03.2020 | 16h55


POLÍCIA / ESTUPRO COLETIVO

Mulher vai para festa e é estuprada por quatro homens durante a madrugada

A violência sexual aconteceu no último domingo (15) durante uma festa no bairro Dom Aquino, em Cuiabá.


DA REDAÇÃO

Uma mulher de 34 anos, nome não revelado, denunciou à Polícia Militar (PM) ter sido estuprada por quatro homens na madrugada do último domingo (15) durante uma festa realizada numa casa do bairro Dom Aquino, em Cuiabá.

De acordo com a ocorrência, a mulher disse que compareceu à festa a convite de um conhecido, nome não revelado, no dia anterior.

No local, após ingerir muita bebida alcoólica a ponto de ficar inconsciente, segundo a vítima, o conhecido a levou para dormir em um dos quartos da casa e a partir desse momento já não se lembra de mais nada.

Porém, no domingo a vítima disse ter acordado com um dos acusados, identificado como V., deitado sobre ela e introduzindo um dedo em sua vagina, enquanto outro, deitado ao lado da mulher, identificado como T, a puxava pelo braço.

Ao se livrar dos dois homens, ela percebeu que além de completamente nua estava ‘cheia’ de esperma em sua região genital e coxas.

Uma segunda mulher teria relatado que viu um terceiro homem, de nome A., praticando sexo com a vítima.

Durante uma discussão, quando a mulher questionou o que os acusados tinham feito e ameaçou chamar a polícia, A. disse que poderia chamar, já que o quarto envolvido, identificado como W., foi quem ‘gozou dentro’.

A vítima ligou para a Polícia Militar (PM) e denunciou o crime.

No endereço os militares encontraram e prenderam apenas V. e W., 30 e 25 anos, já que A. e T. fugiram do local após a mulher acionar os militares e não foram encontrados.

A ocorrência foi registrada por crime de estupro e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil, junto dos estupradores, que foram ouvidos pelo delegado e mantidos presos aguardando os procedimentos cabíveis ao caso.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO