13.07.2020 | 12h48


POLÍCIA / MOMENTOS DE TERROR

Mulher tem rosto desfigurado após ser agredida e pisoteada pelo marido bêbado

Agressões iniciaram nas proximidades de um posto de combustível, no município de Alto Araguaia, e só pararam com a prisão do acusado em Alto Garças


DA REDAÇÃO

Uma mulher de 32 anos, nome não divulgado, foi espancada pelo marido bêbado e ficou com o rosto desfigurado. As agressões físicas e tortura começaram no final da noite do último sábado (11), nas proximidades de um posto de combustíveis no km 8 da BR-364, altura do município de Alto Araguaia (419 km da Capital) e só pararam após a prisão do acusado.

Uma amiga da vítima, de 21 anos, testemunhou as agressões e também foi agredida no meio da ‘confusão’, quando tentou defender a mulher.

O acusado, identificado como Jusciandro Moreira dos Santos, conhecido como “Neguinho Djavú”, 33 anos, tentou fugir em um Hyundai HB-20, mas foi localizado, perseguido e preso pela Polícia Militar (PM), já na madrugada desse domingo (12) próximo a um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com a ocorrência, o acusado chegou bêbado no local questionando a esposa o que ela estaria fazendo ali sem a autorização dele. Pegou a vítima pelos cabelos e começou a espancá-la com socos e chutes. 

Em seguida, o agressor jogou a mulher dentro do HB-20 e saiu em alta velocidade. Testemunhas ligaram para a polícia comunicando o fato, informando que Jusciandro teria tomado direção sentido Alto Garças (57 km de Alto Araguaia).

Os militares de Alto Araguaia saíram em patrulhamento pela rodovia e ainda pediram apoio a uma guarnição militar do município vizinho para encontrar o Hyundai.

Na altura do posto da PRF o carro do acusado foi encontrado, momento em que diversas abordagens foram tentadas, porém, desobedecidas pelo acusado que teria amentado a velocidade e tentou fugir fazendo ultrapassagens perigosas e desobedecendo as sinalizações da pista.

A perseguição durou até a entrada de Alto Garças, onde Jusciandro foi cercado pela PM dos dois municípios, quando parou o HB-20 e se jogou no chão gritando que não estava armado.

O acusado foi preso e os militares foram ao veículo, onde encontraram a vítima toda ensanguentada e com muitos hematomas pelo rosto e visíveis lesões provocadas por agressão grave. Dentro do carro foram verificadas diversas manchas de sangue e cabelo da vítima por todo lado.

A mulher relatou à guarnição que o marido bêbado a encontrou com a amiga, quando começou a espancá-la na frente de todos, a jogou no carro e enquanto dirigia continuava batendo nela. Ressaltou ainda que em determinado momento o acusado parou o carro na entrada de uma fazenda, a tirou do carro pelos cabelos, jogou na estrada e pisoteou afirmando que a mataria. Além de mais socos e pontapés.

A vítima foi socorrida por uma ambulância do município e encaminhada ao Hospital Municipal Deputado Cacildo Hugueney. Após alguns exames, médicos informaram que apesar das diversas escoriações e lesões pelo corpo, a vítima não tinha nenhuma fratura e não corria nenhum risco.

O agressor foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Alto Araguaia, onde foi ouvido pelo delegado de plantão e preso em flagrante pelos crimes de tortura física e psicológica, sequestro, cárcere privado, maus-tratos, lesão corporal e ainda por dirigir bêbado.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Benedito costa  14.07.20 18h01
Esse cara é um covarde, insano, monstro. Não serve pra conviver em sociedade, um cara desse tem que ser banido em praça pública. Se eu encontrá-lo por aí não saberei dizer qual seria minha reação na ora.

Responder

2
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO