08.02.2019 | 10h30


PAULADAS NA CABEÇA

Mulher é morta na cama pelo marido; Homem é preso e confessa crime

Corpo foi encontrado pelo irmão da vítima em avançado estado de putrefação; Marido disse que bateu várias vezes com um pedaço de madeira


DA REDAÇÃO

Vanúzia Maria Sílvio, de 44 anos, foi morta  a pauladas e ainda foi degolada por um fio de carregador de aparelho celular, na cama, pelo marido, no Loteamento Maria Vetorasso, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá). O corpo foi encontrado pelo irmão da vítima, que sentiu falta dela e foi até a residência.

Diante do estado de decomposição do cadáver os policiais acreditam que o crime possa ter ocorrido há pelo menos 3 dias. 

Polícia Militar

marido mata

Marido foi preso e confessou

A Polícia Militar prendeu nesta tarde o marido de Vanúzia, Odair José Rufino, de 44 anos, que confessou o crime. Ele teria fugido na motocicleta da vítima. 

O irmão da vítima disse que, ao chegar na frente da casa sentiu um cheiro forte. Com isso, pulou o muro e entrou na casa, onde encontrou o corpo da irmã na cama. A Polícia informou que o marido da vítima possui mandado de prisão em aberto.

Odair disse que bateu na cabeça da mulher várias vezes com um pedaço de pau, mas disse que não se lembra de ter tentado degolar. O crime, segundo o assassino, ocorreu na quarta-feira (06). 

Atualizada 15h00

LEIA MAIS AQUI

Dupla invade casa mata dois e deixa mulher ferida











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER