alexametrics
02.07.2020 | 15h54


POLÍCIA / EM DESESPERO

Mulher de traficante, espancada e presa em casa, suplica ajuda à PM

Os militares resgataram a vítima durante a manhã dessa quarta-feira (1º), no bairro Tancredo Neves, em Cuiabá, e acusado tentou resistir à prisão


DA REDAÇÃO

Uma mulher de 34 anos, nome não divulgado, foi resgatada de dentro de casa pela Polícia Militar (PM) durante a manhã dessa quarta-feira (1º), onde estava sendo espancada e mantida em cárcere privado pelo marido, 32 anos, no bairro Tancredo Neves, em Cuiabá.

Os militares chegaram ao endereço após vizinhos do casal escutarem os gritos de socorro da mulher. Testemunhas ligaram para o 190, por volta das 10h30, e comunicaram ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) o caso de violência doméstica.

De acordo com a ocorrência, logo no portão de entrada da casa os policiais encontraram um celular jogado no chão. Os militares chamaram os proprietários da residência e em poucos minutos a mulher apareceu em desespero e a única coisa que conseguiu dizer à guarnição foi “tudo que eu quero é sair daqui”, logo em seguida a vítima ‘sumiu’.

Segundos depois, a PM escutou ‘fortes barulhos’ dentro da casa. Temendo que algo grave estivesse acontecendo, os policiais entraram na residência gritando “é a polícia, mãos na cabeça”.

O casal saiu de dentro de um dos quartos, momento em que a vítima relatou que o marido tinha lhe espancado com socos, chutes e a enforcado até desmaiar. A mulher ressaltou que tentou sair de casa, mas foi presa pelo marido, sendo proibida de sair.

Ao escutar o relato da mulher, o acusado se trancou dentro de um cômodo da casa e desobedeceu a ordem de sair. Então, os militares pediram autorização da mulher para arrombar a porta e prender o agressor, o que foi permitido pela vítima.

Para deter e imobilizar o homem, que agredia o sargento e resistia à prisão, os policiais realizaram um disparo de munição não letal.

No momento em que a porta foi aberta por um sargento, o acusado partiu para cima do militar em alto nível de agressividade. Para deter e imobilizar o homem, que agredia o sargento e resistia à prisão, os policiais realizaram um disparo de munição não letal contra o braço esquerdo do acusado, que caiu no chão e foi algemado.

Na sequência, com a situação controlada, foram feitas buscas na casa e apreendido uma balança de precisão, um vidro contendo uma porção de maconha, um rolo de sacola, uma tesoura e uma faca com resquícios de droga, um pedra de substância aparentando ser pasta-base de cocaína, um frasco de fluido de cigarro eletrônico e um rolo de linha, além de uma quantia em dinheiro de R$ 1.750, supostamente, proveniente da venda de drogas.

Os militares encaminharam o acusado ao Pronto-Socorro do Hospital Municipal (PSHMC) para receber cuidados médicos devido à lesão do tiro na residência e, em seguida, encaminharam o agressor à Delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvido pelo delegado e todo o material apreendido foi entregue.

O acusado foi mantido preso aguardando os procedimentos legais referentes à ocorrência, registrada por crimes de violência doméstica e tráfico de drogas.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime