04.02.2011 | 09h56


POLÍCIA

MPE quer que frei flagrado com menor em motel fique preso

DA REDAÇÃO  9h45

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio da 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Várzea Grande, manifestou-se contrário ao pedido de relaxamento da prisão em flagrante do frei Erivan Messias da Silva, preso em um motel com uma menor.

O processo foi encaminhado no final da tarde desta quinta-feira (03.02) à 3ª Vara Criminal.

Para o MPE, a liberação do indiciado representa sérios riscos à investigação, sendo a prisão imprescindível para a elucidação dos fatos. Destaca ainda que a sua segregação deve ser mantida para resguardar a integridade psicológica da adolescente.

Na manifestação, a promotora de Justiça Josane Fátima de Carvalho Guariente ressaltou também que a análise da regularidade da prisão não se restringe "à simples e cômoda constatação da idade da vítima".

"O que se dever perquirir é a validade do consentimento exarado por uma adolescente, de 16 anos de idade, em manter relações sexuais com o seu orientador religioso, de 50 anos de idade, em circunstâncias análogas de uma relação entre pai e filha, envolta por uma situação de vulnerabilidade", acrescentou.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO