alexametrics
09.04.2012 | 16h07


POLÍCIA / LATROCÍNIO EM VG

MP denuncia bandidos e pede condenação; um já está preso

Fazendeiro reagiu e foi morto dento de casa; o vizinho,perseguição aos bandidos, foi baleado e morto por eles



Ministério Público do Estado de Mato Grosso ofereceu denúncia contra os dois acusados de praticarem assalto no bairro Jardim Paula II, que acabou resultando na morte de duas pessoas, em fevereiro deste ano. Os assaltantes invadiram a casa do fazendeiro Ambrósio Monteiro Maia, de 65 anos, e após roubarem R$ 2 mil, mataram Ambrósio. Ao fugirem, mataram o vizinho e empresário Raimundo Fagundes, de 53 anos, que saiu em perseguição.

Os criminosos, Jefferson da Silva, vulgo 'Jefinho', e Ewerton Gustavo Rondon Carvalho, o 'Cabeção' agora são réus no processo e vão ser julgados por duplo homicídio qualificado, dupla tentativa de homicídio e roubo majorado com emprego de arma de fogo.

De acordo com o promotor de Justiça Allan Sidney do Ó Souza, que fez a denúncia, ao matar o fazendeiro, Jefferson efetuou disparos de arma de fogo contra outras duas pessoas que estavam na casa, Moracy Ferreira Lima Fagundes e Antônio Carlos Ghisleri. “Agindo com intenção homicida e, inclusive, almejando assegurar a impunidade do latrocínio", disse o promotor no relatório do
MPE.

O promotor segue dizendo que Ewerton efetuou disparo contra Raimundo, que saiu de carro em perseguição a eles. “O tiro fez com que Raimundo perdesse o controle do veículo e colidisse com o muro, instante em que Ewerton, friamente, aproximou-se da vítima que agonizava, deferindo-lhe outro disparo, causando-lhe a morte”, denunciou  o promotor.

Além da denúncia, o promotor também se manifestou favorável ao pedido de prisão preventiva efetuado pela Polícia Civil contra os dois criminosos. Junto com o pedido de prisão, o promotor frisou que os dois são indivíduos destemidos e de alta periculosidade, os quais praticam crimes com violência com frequência de grave ameaça contra pessoa. Além de terem uma vasta ficha criminal.

Prisão

Os dois assaltantes foram identificados através de uma câmera de segurança instalada próxima à casa da vítima, que flagrou os dois após o crime. Jefferson foi preso na mesma semana dentro de casa, após uma informação no disque-denúncia. Com ele foi apreendida a arma utilizada no crime. Em depoimento ele  contou que ele e o comparsa foram contratados por um terceiro individuo para cometer o roubo. Já Ewerton é considerado foragido da Justiça. O terceiro envolvido não foi identificado e não há pistas sobre ele.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime