alexametrics
08.01.2011 | 18h40


POLÍCIA

Meraldo nega irregularidades e recorre de decisão do TCE

ROBERTA DE CÁSSIA
DA REDAÇÃO

O prefeito de Acorizal, Meraldo Sá, negou durante entrevista ao RepórterMT, que esteja inelegível e que, o processo ainda está em andamento e cabe recursos. "Trata-se de uma informação inverídica, a de que eu não poderia assumir à presidência da Assossiação Matogrossense dos Municípios (AMM)". Meraldo também negou que estaria na lista negra da Justiça Eleitoral. "Recorri dos pareceres contrários a  aprovação das contas da prefeitura e ainda não sairam os resultados e a informação sobre enelegibilidade está equivocada", diz.

Segundo o site oficial do Tribunal de Contas do Estado (TCE), o município de Acorizal, que possui 5.679 habitantes e fica há 80 quilômetros de Cuiabá, teve as contas de 2004, 2006, 2007, 2009 com pareceres contrários para aprovação e de 2005 e 2008 com pareceres favoráveis.

Meraldo foi eleito para seu primeiro mandato em 2004 e reeleito em 2008. Em 2010 foi eleito pelos prefeitos para assumir a Associação dos Municípios-AMM. Deve tomar posse em fevereiro de 2011. "Estou só aguardando a chegada do atual presidente, Pedro Ferreira, prefeito de Jaurú, para decidirmos a data da posse e as medidas urgentes que precisam ser tomadas", completou Meraldo.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime