03.07.2020 | 15h43


POLÍCIA / INFÂNCIA PERDIDA

Menina de 9 anos foge de casa após ser espancada pelo padrasto

O acusado teria feito ameaças contra a menor dentro da casa de uma vizinha, que testemunhou o fato, deu abrigo à criança e acionou a PM


DA REDAÇÃO

Uma menina de 9 anos de idade, nome não divulgado, fugiu de casa na última quarta-feira (1º) após ser espancada pelo padrasto, de 22 anos. A criança denunciou as agressões sofridas durante a tarde dessa quinta-feira (03) no bairro Parque Atalaia, em Cuiabá.

O acusado, que é presidiário em regime semiaberto e usuário de tornozeleira eletrônica, foi preso e a mãe da menor detida. O casal foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para prestarem esclarecimentos quanto à denúncia.

Uma vizinha da família acionou a Polícia Militar por volta das 16h30, após a criança fugir de casa e procurar socorro na casa da testemunha, onde ficou ‘escondida’ até a chagada da polícia.

Os policiais encontraram a menina com expressão apreensiva e com características de que tinha acabado de chorar.

Em conversa com a criança, ela relatou que foi espancada dentro de casa na quarta-feira (1º), quando fugiu e pediu socorro na casa da vizinha. O acusado teria ido à casa da testemunha buscar a enteada, mas a menina se recusou a voltar para casa.

Antes de deixar a casa da vizinha o homem teria ameaçado a vítima e dito: “não vou sossegar, vou te arrebentar”. A criança ainda disse que as agressões em casa são frequentes.

Os policiais se deslocaram à residência da mãe da menor, identificaram e prenderam o acusado. A mãe da menor também foi encaminhada à unidade policial e pode responder como cúmplice das agressões contra a filha.

Os responsáveis pela criança foram mantidos na delegacia enquanto aguardavam os procedimentos legais cabíveis à denúncia.

A ocorrência, registrado por crimes de lesão corporal e ameaça, foi encaminhada à Delegacia Especializada na Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), responsável por investigar o caso.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO