21.07.2019 | 16h35


REAÇÃO CERTEIRA

Menina de 15 anos reage e dá duas facadas em estuprador

Ocorrência aconteceu na madrugada de quinta-feira (18) numa região conhecida popularmente por “Casa da Maria do Grotão”, em Alto Boa Vista.


DA REDAÇÃO

Um homem, identificado pelas iniciais M.I.N., 45 anos, ficou ferido após ser esfaqueado na barriga por uma adolescente de 15 anos, na madrugada de quinta-feira (18) numa região conhecida popularmente por “Casa da Maria do Grotão”, em Alto Boa Vista (941 km da Capital). Segundo a garota, o golpe foi em legítima defesa no momento em que foi vítima de tentativa de estupro.

O homem foi encaminhado ao Hospital Municipal e não foi informado sobre a gravidade dos ferimentos.

A Polícia Militar (PM) foi acionada pelo motorista da ambulância que fazia o socorro do acusado. Em seguida, os policiais saíram em rondas em busca da menina, que ao ver os militares na rua, se entregou e assumiu ter esfaqueado M.I.N.

Segundo a adolescente, ele teria partido para cima dela, a segurando pelas mãos e dizia que a queria, quando em determinado momento, conseguiu se soltar do homem, alcançar um canivete e o acertar com dois golpes na região do abdômen. Em seguida teria fugido do local e jogado o canivete num terreno baldio.

A mãe da garota não foi encontrada para acompanhar a menor nos procedimentos policiais, então foi solicitada a presença de uma conselheira tutelar.

A menina foi encaminhada à unidade de saúde local, onde após ser examinada pela médica plantonista, foram encontrados cortes superficiais na região do braço esquerdo, peito e abdômen, segundo a menor, causados por ela mesma.

Em seguida a adolescente foi encaminhada à Delegacia de Polícia, junto com a conselheira tutelar, para prestar maiores esclarecimentos sobre a ocorrência. O canivete usado na agressão não foi encontrado no local indicado pela menor.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO