31.07.2020 | 17h14


POLÍCIA / MORTE NO ALPHAVILLE

Médico: Que horas ocorreu o disparo? Esse é um ponto-chave

Médico e amigo da família da adolescente que morreu vítima de tiro na cabeça, Wilson Melo Novaes, disse que chegou ao local do crime logo após o Samu


DA REDACÃO

O neurocirugião Wilson Melo Novaes, amigo da família de Isabele Guimarães, prestou depoimento no início da tarde desta sexta-feira (31), na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA), na Capital. Ele afirmou que “a verdade vai vir à tona”. O médico esteve no local, e viu o corpo de Isabele. 

Na saída da delegacia, ele explicou que chegou logo na casa após o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Wilson apontou que a situação no local era de desespero. “Muitas coisas precisam ser apuradas. A verdade precisa aparecer, é isso”, diz o médico.

“Eu não sei em que momento após o disparo eu cheguei, aliás essa é uma pergunta: que horas ocorreu o disparo? Esse é um ponto-chave”, continua. 

O médico contou que, quando chegou, a mãe de Isabele, Patrícia, já estava no local e ele tentou ajudá-la. Ele disse que a polícia irá apontar o que aconteceu. 

Relembre o caso

Isabele Guimarães morreu na casa da amiga, filha do empresário Marcelo Cestari, na noite do dia 12 de julho deste ano. As informações são que a amiga estava indo guardar duas armas e que em um acidente, as armas caíram e ao pegá-las uma disparou acidentalmente, acertando Isabele, que estava dentro do banheiro do quarto da amiga. O tiro acertou o nariz e saiu na nuca.

Na mesma noite, a Polícia Civil apreendeu sete armas na residência, sendo duas em nome de uma terceira pessoa. Por não ter o porte das armas, Marcelo foi preso em flagrante e pagou R$ 1 mil para ser solto. 

As duas armas são do sogro da adolescente B.O.C. e foram levadas até a casa pelo namorado da jovem











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO