24.02.2011 | 12h12


POLÍCIA

Médico baleado em assalto sai da UTI; polícia já tem suspeito

MAYARA MICHELS  15h11
DA REDAÇÃO

Passa bem o médico carioca Antônio Carlos de Azevedo, de 70 anos, baleado durante um assalto no último dia 12 de fevereiro na frente do Hospital Santa Rosa, em Cuiabá. O médico saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), e permanece em observação em um quarto do hospital. Ele não corre mais risco de morte.

O delegado da Polícia Civil, Francisco Kunze, suspendeu as investigação durante os próximos dias, devido as suas férias. Porém, segundo informações da polícia, ele já tem informações de um homem que seria o autor do disparo e a polícia está à procura desta pessoa. A família já prestou depoimento, menos o médico que ainda está em observação.

O assalto

Antônio Carlos foi baleado durante um assalto na frente do Hospital Santa Rosa, por volta das 21h do sábado. Dois homens armados abordaram o médico quando ele chegava com o filho e a nora, grávida de nove meses, para um consulta no Pronto Atendimento do Hospital. Com o susto, o médico reagiu ao assalto e foi baleado no abdômen. O medico é do Rio de Janeiro e veio a Cuiabá para acompanhar o final da gestação do neto.

A dupla fugiu levando uma pasta, contendo um notebook e documentos pessoas da vítima. O médico foi atendido em estado grave por médicos que estavam de plantão no hospital.

Após o susto, o médico foi encaminhado para um cirurgia com urgência no próprio hospital, onde permaneceu na UTI por dez dias.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO