20.11.2010 | 21h49


POLÍCIA

Mato Grosso, mais uma vez, é destaque negativo no Jornal Nacional

ANDRÉ MICHELLS
DA REDAÇÃO

Mato Grosso, mais uma vez, foi destaque negativo na mídia nacional pela facilidade com que traficantes inserem  drogas no país via fronteira da Bolívia com MT.

O repórter Jonas Campos, da TVCA, mostrou neste sábado (20), no Jornal Nacional, o mais importante noticiário de TV do Brasil, a situação negativa do estado nesse quesito.

Um carregameto de mais de 300 quilos de pasta base de cocaína foi apreendido ontem (19), pela polícia,  na região de Cáceres. A droga estava em um fundo falso da carroceria de um caminhão.

A reportagem da TVCA mostrou como os traficantes entram livrememte em pequenos aviões pela fronteira com o país vizinho, quase sem fiscalização. O Exército ocupou a região por um curto período, durante a opração Cadeado, que durou 30 dias,  mas bastou a retirada acontecer para que os traficantes voltassem a despejar a droga em MT.

Segundo fontes na polícia, para cada quilo apreendido, outros 10 quilos passam e chegam aos seus destinos, ou seja, os estados do sudeste, principalmente SP, além de Europa e EUA. Um quilo de pasta, depois de refinado e acrescentados outros ingredientes, se transforma em 10 quilos, dizem especialistas da Delegacia de Entorpecentes.

O motorista do caminhão que transportava 330 quilos de pasta-base e cocaína, próximo a Cáceres foi preso neste sábado no município de Mirassol D’Oeste (300 km de Cuiabá), Antonio Oliveira Ferro foi localizado quando tentava fugir da cidade.

Na abordagem ao veículo, próximo a um Posto de Saúde no centro da cidade o suspeito foi reconhecido e preso pelos investigadores. De acordo com a polícia ele estava utilizando documento falso e assumiu ser o condutor do caminhão recheado com drogas, apreendido no dia anterior.

Outro homem que teria ido a cidade para ajudar na fuga dele também foi preso. Os dois foram conduzidos a delegacia de Mirassol para prestar esclarecimentos.

 

Veja foto do caminhão onde a droga estava escondida











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO