21.09.2019 | 07h40


PRESO EM GOIÁS

Maníaco estupra mulher e bebê de cinco meses em MT

Wellington Ribeiro da Silva, 52 anos, fez sexo oral em uma bebê de 5 meses, após estuprar a mãe dela.


DA REDAÇÃO

O estuprador em série Wellington Ribeiro da Silva, 52 anos, fez sexo oral em uma bebê de 5 meses, após estuprar a mãe dela em MT. O criminoso, anteriormente, matou a companheira, os dois filhos dela de 3 e 10 anos. Ele fugiu da cadeia em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) no ano de 2013 e estava se escondendo no Estado de Goiás, onde tem envolvimento em 47 denúncias de estupro, incluindo o caso da mãe e do bebê.

Wellington foi preso na última quinta-feira (12), pela Polícia Civil de Goiás, com apoio da PJC de Mato Grosso. Das 47 acusações de estupro, exames de DNA comprovaram envolvimento dele em 22 casos. Conforme a polícia goiana, os números demonstram que ele é o maior maníaco sexual do Goiás e um dos maiores do Brasil.

RepórterMT/PJC GO

Wellington Ribeiro da Silva

Material apreendido com o bandidor que foram usados nos estupros.

Passagem por Mato Grosso

A vida criminosa de Wellington é antiga. De acordo com a Polícia Civil, ele foi condenado a 57 anos de prisão por ter cometido um triplo homicídio em Rondonópolis, no ano de 1997. O fato ficou conhecido como “Chacina do Monte Líbano”.

Investigações apontaram que ele comandava uma quadrilha envolvida em assaltos e assassinatos na cidade, enquanto mantinha o relacionamento com Luzia Pereira da Cruz. A mulher tinha dois filhos de outros relacionamentos e foi acusada por Wellington de estar repassando informações sobre o seu bando para a polícia – por isso foi morta, com os filhos de 03 e 10 anos.

Foragido, no dia 07 de maio de 2011 ele foi preso em flagrante por estuprar a mãe e fazer sexo oral na bebê de 5 meses, em Goiânia . Ele chegou a apresentar um documento falso na delegacia, pois já tinha condenação em Mato Grosso, para onde acabou sendo transferido.

RepórterMT/PJC GO

Wellinton Ribeiro da Silva

Wellington fugiu da cadeia em Mato Grosso no ano de 2013.

Preso em regime fechado, o maníaco fugiu do Presídio Major Eldo Sá Correa (Mata Grande), em Rondonópolis, no dia 20 de novembro de 2013 e estava desaparecido desde então.

Após a fuga da prisão, ele passou a cometer uma série de estupros em Goiás. De acordo com as investigações, o bandido ameaçava as vítimas com um revólver e mandava-as subir em uma moto. Ele levava as mulheres para locais isolados e as estuprava. Uma característica apontada pelas vítimas é que o agressor não tirava o capacete para cometer os estupros.

As histórias foram se repetindo até a quinta-feira (12) deste mês, quando acabou preso em flagrante por uso de documento falso e por estar com uma motocicleta com restrição de roubo. Ele também estava com um mandado de prisão em aberto.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER