22.08.2010 | 13h13


POLÍCIA

Magistrado nega acusações de abuso sexual

Da redação

O juiz de Paranatinga, Fernando Márcio Marques de Sales, afastado pelo Tribunal de Justiça esta semana e investigado por abuso sexual de crianças e adolescentes, emitiu uma nota hoje, por meio de seu advogado, onde nega os crimes. O magistrado afirma, na nota, que as acusações são “totalmente inverídicas” e que “a exposição do meu nome, antes mesmo de finalizadas as investigações e de um pronunciamento judicial definitivo, denigrem de forma irreparável a minha vida pessoal, meu casamento, a relação com meus filhos, minha vida profissional, honra e minha imagem”.

Fernando diz na nota que está afastado por decisão do TJ, mas que isso não não tivesse sido determinado iria pedir o afastamento temporário, “para que a apuração necessária seja realizada de forma legal, proba e desvinculada de qualquer sugestão de mácula, esperando que sejam os procedimentos levados até as últimas consequências, na busca da verdade real”.










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO