29.05.2020 | 09h52


POLÍCIA / DROGA DA EUFORIA

Jovens são presos com mais de 100 comprimidos de ecstasy

Prisões ocorreram em uma casa no bairro Boa Esperança, em Cuiabá, que aparentemente estava abandonada



Mais de 100 comprimidos de ecstasy foram apreendidos pela Polícia Civil, no final da tarde de quinta-feira (28), em Cuiabá. A droga, geralmente utilizada em festas raves, foi apreendida numa casa no bairro Boa Esperança, a cerca de 200 metros da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Dois homens de 29 e 26 anos, e uma mulher de 21 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Os  policiais civis da Delegacia de Repressão a Entorpecentes realizavam diligências quando identificaram uma casa cujo morador atuava com a venda de drogas sintéticas. Diante dos fatos, a equipe passou a monitorar o endereço, e na tarde de ontem flagraram o momento em que um jovem chegou ao local.

Em abordagem, foi encontrado no bolso dele um pacote com dois comprimidos de ecstasy. Em seguida, os policiais foram até a residência suspeita do comércio ilícito, onde encontraram as outras duas pessoas. Durante busca, foram apreendidos uma grande quantidade da droga totalizando 101 comprimidos de ecstasy, além de três porções médias de maconha, mais de R$ 50 em dinheiro e vários materiais usados para embalar entorpecentes.

Segundo o delegado da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeria, o imóvel aparentava situação de abandono com lixo acumulado e fezes de animais domésticos por todos os cômodos. 

Com o flagrante, o trio foi conduzido para DRE. Os acusados foram interrogados e autuados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a confecção dos autos os dois rapazes e a moça foram encaminhados para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO