18.11.2019 | 17h30


"MUNDO CÃO"

Jovem estupra menino de 9 anos durante jogo de 'verdade ou desafio'

O crime aconteceu em um prédio abandonado no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande.


DA REDAÇÃO

Wellington Antônio da Silva, 18 anos, foi preso por estuprar um menino, 9 anos, no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) na tarde desta segunda-feira (18).

A PM recebeu uma denúncia, via Ciosp, de um estupro de vulnerável. Segundo o boletim de ocorrência, o crime aconteceu durante uma ‘brincadeira’ de verdade ou desafio, em um prédio abandonado. Wellington teria desafiado a vítima a abaixar as calças, mas o menino se recusou.

Sendo assim, uma terceira pessoa segurou os braços da vítima para que o estuprador consumasse o ato sexual. De acordo com o relato, a criança sentiu fortes dores no ânus devido ao abuso.

Quem realizou a denúncia foi a mãe da vítima, após um colega do filho relatar o que tinha acontecido.

De imediato, a mulher foi até a Escola Ernady Maurício Baract de Arruda e confrontou o rapaz que segurou os braços do seu filho durante o crime, o mesmo confirmou a agressão. A escola fica em frente à casa abandonada onde aconteceu o fato.

RepórterMT/PM

WhatsApp Image 2019-11-18 at 15.50.56 (1).jpeg

Wellington Antônio da Silva foi preso por estupro de vulnerável, na tarde desta segunda-feira (18).

Em seguida, a mulher procurou o diretor da unidade escolar que forneceu o endereço do estuprador, que é ex-aluno da escola.

Os policiais militares se deslocaram até a casa de Wellington e o prenderam.

Conforme a ocorrência, o agressor ameaçou a vítima de morte caso contasse para alguém sobre o ocorrido.

A Polícia Judiciária Civil investiga o caso.

Como denunciar

A orientação para quem tenha conhecimento sobre algum tipo de abuso é procurar pessoalmente qualquer unidade da Polícia Civil e registrar um boletim de ocorrência.

Caso o denunciante não se sinta à vontade e queira preservar sua identidade, as denúncias podem ser feitas de maneira anônima nos números 197 e 190 ou através da delegacia virtual.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO