26.03.2014 | 09h00


POLÍCIA / OPERAÇÃO APRENDIZ

João Emanuel é preso pelo Gaeco acusado de chefiar quadrilha de grilagem de terras

Vereador foi preso na manhã desta quarta-feira pelo Gaeco


DA REDAÇÃO

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de Cuiabá, João Emanuel (PSD), acaba de chegar à Polinter. Ele foi preso na manhã desta quarta-feira (26) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado. João Emanuel entrou pela porta da frente, acompanhado de policiais e sem algemas, mas antes de entrar no local, João Emanuel fez o sinal de luta, o mesmo feito pelo ex-deputado federal José Genoíno (PT), quando foi preso pela Polícia Federal em São Paulo, por causa da decisão do Supremo Tribunal Federal em condena-lo no processo do Mensalão.

O advogado de João Emanuel, Eduardo Mahon, disse aos jornalistas, que acompanham o caso, que a prisão dele ocorreu por causa da acusação dos promotores de que o ex-presidente da Câmara é suspeito de chefiar uma quadrilha de grilagem de terra, além de ser acusado de irregularidades em licitações feitas durante a sua gestão no Poder Legislativo municipal. O vereador foi flagrado em novembro de 2013 ensinando uma empresária a burlar licitações na Câmara.

O policial que conduziu o ex-vereador João Emanuel (PSD) à Polinter, informou ao RepórterMT que o local está lotado. Segundo o policial, não há vagas para o vereador permanecer nesse anexo do Presídio Central do Estado.

Já a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos informou que no local há sim vagas, mas que ainda não houve a decisão de João Emanuel permanecer na Polinter porque o juiz ainda não decidiu onde ele deve ficar preso.

Caso fique na Polinter, o ex-deputado federal Pedro Henry, condenado pelo SFT por envolvimento no Mensalão, fará companhia para o vereador João Emanuel.

O delegado que deve fazer o interrogatório do vereador é Elias Miguel Daher, que já está na Polinter. 

(atualizada ás 10h)

A assessoria de imprensa do Ministério Público de Mato Grosso não soube informar o que motivou a prisão e quanto tempo o vereador deve permanecer preso. A assessoria também informou que, por enquanto, nenhum promotor dará entrevistas, somente irá informar a imprensa por meio de notas divulgadas no site do MPE.

Além de João Emanuel, outras três pessoas também tiveram os mandados de prisão expedidos pela Justiça que estão sendo cumpridos neste momento.

MAIS UMA PRISÃO

Mais um mandado de prisão relacionado a operação “Operação Aprendiz 2” acabou de ser cumprido em um posto de gasolina da Capital. Desta vez, foi preso Amarildo dos Santos, que segundo o Gaeco, participava da organização criminosa chefiada pelo ex-presidente da Câmara João Emanuel.

Ele é acusado das práticas de crime de organização criminosa; crime de uso de documento público falso; crime de falsidade ideológica e estelionato. Ele está sendo encaminhado para Penitenciária Central do Estado. (Atualizada ás 10h34)

Confira comunicado do MPE-MT

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), prendeu no inicio da manhã desta quarta -feira (26) o ex-presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, João Emanuel Pereira Lima.

Ele é investigado na operação aprendiz deflagrada em novembro de 2013 que desbaratou um esquema criminoso de desvio de dinheiro público através de fraude em licitação no âmbito das compras realizadas pelo Poder Legislativo Municipal em Cuiabá. Além de João Emanuel outras três pessoas também tiveram os mandados de prisão expedidos pela Justiça que estão sendo cumpridas nesse momento.

Neste momento ele está sendo conduzido para sede da Polinter em Cuiabá.

RepórterMT

João Emanuel repete gesto de mensaleiros José Dirceu e Genoíno ao ser preso

 

 

 

 

 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




 

 

 

.


 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Paulo Jorge  26.03.14 10h16
Jovem e perigoso.Infelizmente a historia dos grandes baluartes contemporâneos deste Pais, não serviram de espelho para o mesmo, que preferiu cultivar o cami- nho da malandragem. É bíblico(Os caminhos largos da vida, vão te levar para o lugar chamado nenhum).

Responder

0
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO