22.04.2011 | 22h33


Inadimplência no comércio da Capital é de quase R$ 180 milhões

DA REDAÇÃO   12h45

De acordo com Serviço de Proteção ao Crédito- SPC CDL Cuiabá, comparativo entre março de 2011 e março de 2010, o número de registros de inadimplentes cresceu 6,08%. Em dinheiro, o resultado é de acréscimos de 12,35% nesta conta. A fatura passa de R$ 178 milhões. 

O superintendente da CDL, Nelson Soares, lembra ainda que na comparação de março para fevereiro deste ano, "o número de registros foi 31,56% maior. Em dinheiro, o índice somou 7,43% a mais".

Os percentuais mostram a necessidade dos lojistas se atentarem para a concessão de crédito mais segura, "tomando os devidos cuidados e usando todas as ferramentas como a consulta em bancos cadastrais, avaliação da ficha e da capacidade de endividamento do consumidor", alerta Nelson.

No levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas-CNDL, a inadimplência registra aumento de 22,61% em março ante fevereiro. Segundo o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, com este resultado o varejo vai se tornar mais exigente. "Acendeu o sinal amarelo. Os números de março não são bons. Estamos achando que a inadimplência vai continuar subindo. O comércio deve ficar mais cauteloso e como resultado teremos que o varejo vai se tornar mais exigente na concessão do crédito", declarou.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO