20.08.2019 | 10h10


FIM DA PICADA

Idoso diz que matou namorada jovem porque não conseguia mais fazer sexo

José de Carvalho, 71 anos, se entregou à Polícia Civil na tarde de segunda-feira; Ele matou a esposa de 31 anos com tiros, golpe de facão e passou por cima com caminhonete


DA REDAÇÃO

O idoso José de Carvalho, 71 anos, acusado de matar a namorada, Magna Alves Gabriel, 31 anos, se apresentou à Delegacia de Polícia Civil no final da tarde de segunda-feira (19), em Primavera do Leste (244 km da Capital).

Durante interrogatório, o acusado confessou o crime e alegou legítima defesa.

No dia da ocorrência, segundo o idoso, a vítima teria ido à sua casa e o ameaçado de morte, porque não aceitava o fim do relacionamento.

José relatou que as brigas entre o casal começaram porque ele está doente e, consequentemente, não conseguia manter relações sexuais com a namorada, motivo pelo qual queria terminar o namoro.

As investigações, coordenadas pelo delegado regional Rafael Forssari, continuam em andamento para apurar as reais circunstâncias do crime.

Entenda o caso

Magna Alves Gabriel, de 31 anos, foi brutalmente assassinada pelo namorado na noite de domingo (18), em Primavera. A vítima foi executada com tiros, golpe de facão na cabeça e, ainda, foi atropelado pela caminhonete do acusado.

A mulher chegou a ser encaminhada para uma unidade de saúde pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Na casa onde o crime aconteceu foram localizadas marcas de tiros, muito sangue e sinais de luta. Veja o caso completo aqui.











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Vanda  20.08.19 13h02
É fácil ele se entregar e falar que foi por legitima defesa, a moça não está mas aqui pra se defender. Independente do que ela tenha feito ou dito, não dá o direito desse velho escroto ter tirado a vida dessa moça, eu não acredito que foi em legitima defesa, pela forma que ele a matou. To achando que essa história é ao contrário. É ela que não quis mais o relacionamento. Esse velhos nojento quando acha uma menina nova que dá moral pra eles por dinheiro, pensam que são donos delas e que não vai acontecer nada a eles. Tem que pagar pelo que fez, espero que apodreça na cadeia ou um que dê um cacete nele.

Responder

1
1
Pensador  20.08.19 10h53
Eita, mundo velho sem porteira, nem eira e beira. Essa cara deveria saber dos riscos que corria de levar umas guampas! Ao que parece levou, bem feito. Agora vir dizer que a donzela não queria a separação...kkk. Ao depois falar que agiu em legítima defesa, com tiros, facadas e consumar com atropelamento é de se dizer que o dito é insano.

Responder

2
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER