22.08.2019 | 16h08


ARMADA COM ESPINGARDA

Idosa de 69 anos é presa acusada de invadir terras em Mato Grosso

Além da arma de fogo, a Polícia Civil afirma que A.O. motosserra e galões com gasolina e óleo queimado para derrubar a vegetação e serrar madeiras.



Uma idosa, identificada pelas iniciais A.O., de 69 anos, envolvida com grilagem de terras na região do município de Comodoro (644 km de Cuiabá) foi presa, em ação integrada da Polícia Judiciária Civil e Secretaria Estadual do Meio Ambiente, deflagrada na quarta-feira (21).

A acusada foi autuada em flagrante pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso permitido e esbulho possessório. Ela poderá responder, também, por delitos contra a fauna e flora.

O trabalho em conjunto foi realizado pelos policiais civis e servidores da Sema, em cumprimento a uma ordem de serviço, tendo como alvo uma área de desmatamento e invadida por grileiros, situada na Gleba 12 de Outubro, zona rural do município de Comodoro.

Durante as diligências foi apurado que A.O. possui quatro lotes de terras adquiridos por meio de invasão. Com ela foi apreendida uma garrucha artesanal calibre 22, uma motosserra e alguns galões contento gasolina e óleo queimado, possivelmente, utilizados para derrubar a vegetação e serrar madeira para construção de casa.

 

Devido ao flagrante, a idosa foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Comodoro para esclarecimentos. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER