02.06.2020 | 09h20


POLÍCIA / FLAGRANTE

Homem usa documentos falsos para ‘alugar’ carro e vender por R$ 3 mil em VG

A vítima relatou à PM que já caiu duas vezes no mesmo golpe e seu estabelecimento teve dois carros ‘roubados’ por bandidos que agiram dessa mesma forma.


DA REDAÇÃO

Um homem de 44 anos, nome não revelado, foi preso em flagrante tentando dar um golpe e ‘alugar’ um Volkswagen Voyage usando documentos falsos numa loja do Shopping Várzea Grande durante a tarde dessa segunda-feira (1º) na Avenida Arthur Bernardes, bairro Jardim Aeroporto.

De acordo com a ocorrência, o acusado chegou à loja e se mostrou interessado em alugar o carro, quando o atendente solicitou os documentos para que fosse feito os procedimentos para liberação do veículo.

Durante a conferência do comprovante de residência foi constatado que o endereço não pertencia ao ‘cliente’, então a loja fez contato com o verdadeiro morador daquela casa, o qual disse que não conhecia o acusado.

Em seguida, agora com ainda mais cuidado, foi verificado o cartão usado pelo bandido, que também tinha indícios de adulteração.

O estabelecimento acionou o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), que comunicou à Polícia Militar (PM) por volta das 17h30.

A guarnição se deslocou à loja, onde fez a prisão do golpista em flagrante.

Questionado sobre a documentação falsa, o criminoso apenas disse que os documentos foram falsificados ‘por outra pessoa’, o qual ele não disse o nome inicialmente, de quem o ‘contratou’ para aplicar o golpe. Disse que queria alugar o carro, levar em posto de combustíveis nas proximidades do shopping, entregar o veículo e receber o pagamento de R$ 3 mil.

A vítima relatou à polícia que em datas anteriores a loja caiu duas vezes no mesmo golpe, quando dois carros foram levados da loja e não mais encontrados.

Diante da confissão do bandido e dos documentos falsos, o estelionatário foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde foi ouvido pelo delegado de plantão, ficou detido aguardando as providências cabíveis ao caso e a ocorrência registrada por crime de estelionato.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO