18.02.2020 | 16h16


POLÍCIA / INTOLERÂNCIA MÁXIMA

Homem que matou colega por ter sido acordado é preso em VG

Crime foi cometido em 2013, na cidade de Presidente Médici, em Rondônia, após discussão banal


DA REDAÇÃO

Condenado por homicídio qualificado em Rondônia, Manuel Aureliano machado foi preso pela equipe da Gerência Estadual de Polinter e Capturas de Mato Grosso no bairro jardim Eldorado, em Várzea Grande. 

O crime foi cometido no dia 21 de julho de 2014, em uma lanchonete, na BR-364, na cidade de Presidente Médici. Manuel Aureliano fez quatro disparos contra Wanderson Camargo Alves, que morreu no local.

De acordo com as investigações, o crime foi cometido porque Manuel dormiu na mesa e a vítima teria jogado água em seu rosto, a pedido do irmão do acusado. Ao tirar satisfação, os dois acabaram discutindo e entrando em luta corporal. Em seguida, Manoel pegou um facão que estava dentro de seu veículo e tentou esfaquear a vítima, porém, foi impedido por outros clientes. O assassino, depois da briga, foi levar um amigo em casa e na volta decidiu retornar ao local, mas desta vez foi armado com um revólver. Então, se aproximou da vítima e disparou.

Ele foi condenado a 17 anos de prisão e era procurado pela Justiça.

O preso foi encaminhado para audiência de custódia e ficará à disposição da justiça.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO