21.09.2019 | 13h50


FORAGIDO HÁ QUASE 2 ANOS

Homem que filmou e matou namorada estava escondido em mata fechada

Conforme a Polícia Civil, o assassino estava em um barraco, em área de invasão, dentro de mata fechada.


DA REDAÇÃO

Foragido há quase dois anos, por ter filmado e assassinado a namorada, Maycon  Junior da Silva Dantas, 32 anos, estava escondido em um barraco no meio da mata fechada, na região do Coxipó do Ouro, em Cuiabá.

Maycon foi preso na quinta-feira (19), em um assentamento localizado em uma área de invasão. Ele é apontado pela Polícia Civil como autor do assassinato de Vanessa Tito Poquiviqui, 21, ocorrido em 31 de janeiro de 2018.

Conforme noticiado pelo , na época do crime, um vídeo que circulou nas redes sociais mostrando a jovem Vanessa delirando, antes de ser encontrada morta, por asfixia, no bairro Três Barras, em Cuiabá.

RepórterMT/PJC

Maycon  Junior da Silva Dantas

Maycon estava escondido em uma região de mata fechada.

A gravação dura pouco mais de 6 minutos e mostra extremo sofrimento da vítima. Por tais motivos não será publicado.

No vídeo, a jovem aparece se automutilando. Visivelmente perturbada, ela morde a boca e fala frases desconexas, sem sentido.

Em determinados momentos, a garota cospe sangue enquanto grita por “Deus”.

RepórterMT/Reprodução

Vanessa Tr�s Barras

Ainda viva, Vanessa aparece agonizando em vídeo que teria sido feito pelo agressor.

Segundo a Polícia Civil, indica que as imagens foram feitas por Maikon Júnior da Silva Dantas, 30 anos. Conhecido como Japão, que é apontado como autor do assassinato por asfixia e teve a prisão decretada pela Justiça, mas segue foragido.

De acordo com as investigações, a vítima foi localizada pela mãe de Maycon, que acionou a polícia. No local, equipe de plantão da DHPP, coordenada pela delegada Alana Cardoso, encontrou a jovem na cama, no quarto do casal. O corpo apresentava lesões no rosto, um corte de faca no supercílio e outro corte superficial no queixo. A vítima estava com a blusa levantada, seios à mostra e de calcinha.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO