14.03.2020 | 10h13


POLÍCIA / GOLPES DE PEIXEIRA

Homem é preso tomando banho na rodoviária um dia após matar ex-mulher

Willian confessou ter cometido o crime após a vítima ter se negado a reatar o namoro


DA REDAÇÃO

Willian Gomes da Silva, 27, que matou a ex-namorada com golpes de peixeira, foi preso enquanto tomava banho no terminal rodoviário de Alta Floresta (a 791 km de Cuiabá). Aos policiais, o feminicida confessou ter assassinado Celina Deusa do Nascimento, de 33 anos, após ela ter se negado a reatar o relacionamento.

O crime ocorreu na noite de quinta-feira (12) e o assassino foi preso na noite do dia seguinte. Populares disseram aos policias que viram o casal andando na rua e, em seguida, ouviram pedidos de socorro da vítima que estava caída no chão.

Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Pronto Socorro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A filha da vítima disse aos policiais que o acusado mora no estado do Pará e foi para Alta Floresta visitar o filho que tem com a vítima. Ela indicou o hotel onde ele estava hospedado, mas os militares não o encontraram.

Em diligências, as equipes da Força Tática e da Polícia Civil receberam a informação de que o acusado teria retornado para o hotel para buscar seus pertences e seguiu para o centro da cidade.

Os policiais conseguiram localizá-lo no banheiro da rodoviária tomando banho. 

Ele contou que teve um relacionamento com a vítima durante cinco anos e que insistia para reatar.

O acusado disse que ficou irritado após Celina ter contado que estava em um novo relacionamento.

Ele golpeou a vítima com uma faca, tipo peixeira, e se escondeu em um matagal próximo ao local do crime.

Os policiais encontraram com o acusado um celular que, segundo ele, é da vítima e que teria levado para ler as mensagens.

Ele foi encaminhado para o Hospital Regional e depois para a Delegacia de Polícia Civil.

Leia mais

Marido assassina esposa com golpes de ‘peixeira’











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO