02.12.2019 | 10h18


DOENTIO

Homem é preso por sequestrar e manter adolescente em cárcere por 3 meses

A vítima de apenas 16 anos é portadora de uma doença especial e estava desaparecida desde o dia 30 de agosto. O caso foi registrado no Distrito de Fátima de São Lourenço, em Jaciara.


DA REDAÇÃO

José Pereira Lopes foi preso em flagrante na madrugada desta segunda-feira (2), por manter há mais de três meses, a menor M.Y.N.M., de 16 anos, que é portadora de uma doença especial, em cárcere privado, no Distrito de Fátima de São Lourenço, em Juscimeira (157 km da Capital). A vítima desapareceu no dia 30 de agosto e desde então a família procura pela adolescente.

Segundo o boletim de ocorrência, o sequestrador disse, aos policiais militares, que dava bebida alcoólica para a menina, no cativeiro. Além disso, ele afirmou que sabia que procuravam pela garota.

Na casa do criminoso foram encontradas roupas femininas, que seriam de uso da vítima, uma espingarda calibre 22, um notebook, R$ 1.100 em espécie, cheques, celulares, tintas de cabelo, uma garrafa de vodka e uma fita crepe larga (que devia ser usada com a vítima).  Cartas escritas pela adolescente, também foram encontradas em posse do criminoso.

A PM chegou ao nome de José devido a uma denúncia.

A adolescente não estava na casa no momento da prisão, segundo José Lopes, ela teria fugido horas antes da chegada da Polícia. No entanto, uma tia da vítima fez contato com a PM e informou que a menina estava em sua residência.

O caso

M.Y.N.M. desapareceu em uma sexta-feira (30 de agosto) e desde a data ela se encontrava em posse de José Lopes.

De acordo com a PM, o bandido costumava embebedar a vítima no cativeiro. A garota era proibida de deixar a residência.

O motivo do sequestro ainda é desconhecido.

A família procurava por M.Y.N.M. há meses, desde que ela “desapareceu” de casa.

José Lopes foi preso em flagrante.

O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso. 

O criminoso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia deve prestar depoimento ainda nesta segunda (02).

A Polícia não descarta a hipótese de violência sexual, no entanto, isso ainda será investigado.

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO