05.03.2011 | 11h29


Homem é preso com diversos documentos falsos

DA REDAÇÃO     15h15

O estelionatário Rubens dos Santos Carvalho, de 37 anos, foi preso nesta sexta-feira (04) com diversos documentos públicos falsificados. O suspeito mantinha em sua casa, no bairro Jardim Maringá, em Várzea Grande, um escritório para confecção em documentos falsos utilizados em fraudes. Diversos documentos falsificados foram apreendidos em uma pasta com o falsário, que se diz artista plástico.

A prisão foi efetuada por policiais civis do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC-Sul) do Coxipó, depois de averiguarem denúncia da venda de habilitações falsas no Pedra 90. O acusado tem oito identidades falsas, todas com sua foto, mas dados de filiação e nomes diferentes. "Só conseguimos ter certeza que o nome dele é Rubens porque dentro da pasta tinha um alvará de soltura de cerca de 4 meses", disse o chefe de operações Vanderlei Santana, que comandou as investigações junto à equipe policial do CISC.

Dentro de uma pasta que Rubens carregava, a qual tentou se desfazer no momento da prisão, foram encontrados mais de 40 cédulas em branco para falsificação de identidades, 20 CNHs em branco, carteira funcional da PM, 32 CNHs constando foto e dados de supostos clientes, que poderão responder por uso de documento falso, uma vez que sabiam se tratar de crime, ao encomendarem as habilitações. Até um carimbo em nome da Coordenadoria de Perícia Técnica foi encontrado com o golpista.

Na residência também foram apreendidos um revólver calibre e 14 munições do mesmo calibre, 3 TV's LCD, 50, 36 e 14 polegadas, 1 notebook utilizado para falsificação dos documentos, 2 CPU, aparelhos de som automotivo e vídeo game. Para a polícia os produtos foram comprados no mercado pelo golpista com o uso de documentos falsos.

Para realizar as falsificações, o acusado utilizava um programa de computador e espelhos de cada modelo para reprodução de cópias. Rubens já esteve preso por estelionato e vai agora responder por uso de documento falso, falsificação de documento, falsidade ideológica, por de arma de fogo e munições e estelionato. Ele foi encaminhado ao Plantão do CISC Parque do Lago, em Várzea Grande, para o registro em flagrante.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO