18.01.2020 | 10h45


ACERTO DE CONTAS

Homem é morto a tiros ao abrir porteira de chácara em MT

Jadson Roberto dos Santos Pinto, 32 anos, conhecido como "Jadin", era matador de aluguel, por isso, a polícia trata o crime como acerto de contas.


DA REDAÇÃO

Um homem identificado como Jadson Roberto dos Santos Pinto, 32 anos, conhecido como "Jadin", foi assassinado a tiros na porteira de uma chácara, localizada no Distrito de Veranópolis, em Confresa (1.011 km de Cuiabá). O crime aconteceu na madrugada deste sábado (18).

De acordo com a PM, Jadin foi abrir a porteira de chácara quando um veículo não identificado se aproximou e alguém atirou várias vezes. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime.

Os assassinos fugiram com o veículo em alta velocidade e até a publicação desta reportagem não tinham sido identificados.

Passado tenebroso

Conforme noticiado pelo , ‘Jadin’ chegou a ser preso em 2015 por integrar um grupo de pistoleiros responsável por vários homicídios cometidos na cidade de Vila Rica (1.259 km de Cuiabá).

Os outros dois acusados são Paulo Junior dos Santos Pinto, conhecido como “Junin”, e Leandro Silva Carvalho, o “Leadrin”.

De acordo com as investigações da Delegacia de Vila Rica, eles eram conhecidos como “Família do Tezinho” são primos e irmãos, integrantes de uma organização criminosa que atua com “pistolagem” na região sul do estado do Pará.

Leia mais: ‘Pistoleiros’ são presos em Vila Rica acusados de matar três pessoas

Segundo o delegado que coordenou as investigações, Gutemberg de Lucena Almeida, os criminosos são conhecidos por aterrorizar os municípios de Santana do Araguaia e Vila Mandi, no sul do Pará, sendo atribuídos a eles uma série de homicídios na região.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO