alexametrics
02.07.2020 | 12h00


POLÍCIA / FORA DE CONTROLE

Homem com suspeita de covid invade casa de prefeito e cobra providências

O acusado queria garantias que o prefeito iria acabar com a poeira em frente a sua casa, mas na delegacia passou mal, foi consultado por um médico que levantou a hipótese de infecção pelo novo coronavírus


DA REDAÇÃO

A casa do prefeito de São José do Xingu (950 km da Capital), Vanderley Soares da Silva (PP), 50 anos, foi invadida durante a tarde dessa quarta-feira (1º) por um eleitor de 36 anos, nome não divulgado, que cobrou do líder do executivo providências, pois não aguenta mais a poeira em frente da sua casa.

Enquanto tentava tranquilizar o acusado, Vanderley acionou a Polícia Militar (PM) por meio do WhatsApp, relatando que um popular, aparentemente bêbado ou drogado, havia invadido sua residência.

De acordo com a ocorrência, o cidadão invadiu a casa do prefeito com diversos xingamentos, acusando Vanderley de ladrão e “usurpador do dinheiro público”, pedindo providências sobre a quantidade de poeira no Distrito de Santo Antônio de Fontoura.

Para tranquilizar o cidadão, o prefeito teria dito que obras seriam feitas na região e que o caso da poeira seria resolvido com a pavimentação do Distrito e colocação de quebra-molas, para que os motoristas não passem em alta velocidade.

Ainda assim, o homem continuou com os xingamentos e saiu da casa do prefeito afirmando que “buscaria algo” para fazer com que Vanderley resolvesse o problema “o mais rápido possível”.

Na sequência, o prefeito teria saído de casa e se direcionado a um estabelecimento comercial e acabou sendo visto pelo acusado, que seguiu o líder municipal e começou a xingar o prefeito em público.

A PM chegou à região e encaminhou as partes à delegacia, para que o caso fosse esclarecido, no entanto, na unidade policial o acusado disse estar com dor de cabeça e ainda com os olhos avermelhados.

Um médico foi acionado, prestou atendimento ao popular e confirmou que o detido estava com febre, levantando a suspeita de o acusado estar com a covid-19. Ele foi encaminhando imediatamente para uma unidade de saúde.

Diante da situação, o prefeito representou criminalmente contra o popular que será novamente encaminhado à delegacia após receber alta médica.

O acusado irá responder por crimes de invasão de domicílio, ameaça, desacato e injúria.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime