21.02.2011 | 18h37


POLÍCIA

Homem assalta com pistola de plástico e pai chama polícia para filho

MAYARA MICHELS   14h28
DA REDAÇÃO

Duas ocorrências chamaram a atenção de policiais neste fim de semana, na região do CPA, em Cuiabá. A primeira foi por volta das 23h de sábado, quando um homem armado com uma pistola de brinquedo assaltou um estabelecimento comercial, levando R$ 300 reais. Policiais militares do 3º Batalhão foram acionados e em buscas na região localizaram o rapaz que fugia a pé no momento que ia subir em uma moto, onde um comparsa lhe esperava.

Joares França Mendes, de 25 anos, foi preso em flagrante e o comparsa fugiu do local. Com o criminoso foram  encontrados a pistola de plástico e apenas R$ 140 reais do dinheiro roubado. Segundo a polícia, Joares, passou a metade do dinheiro para comparsa antes de subir na moto.

O criminoso que reside no bairro Pedra 90 foi encaminhado para a Central de Flagrantes do Centro Integrado de Segurança e Cidadania, do bairro Planalto. Em depoimento, Joares informou onde mora o comparsa, porém, ao chegar no local a polícia encontrou apenas a moto abandonada. O local era um terreno baldio.

Pai denuncia filho

Por volta das 10h da manhã de domingo (20), um pai ligou para polícia informando que encontrou o filho de 17 anos chegou em casa com um revólve calibre 38. Policiais chegaram na residência, localizada no bairro Tancredo Neves, e encontraram o revólver com a numeração raspada. O adolescente W.R.D., de 17 anos, foi detido e encaminhado para a delegacia para prestar depoimento.

Segundo o adolescente, na noite de sábado, ele estava com um amigo quando um homem teria ameaçado de morte os dois apontando a arma. Junto com o amigo, o menor teria entrado em luta corporal com a pessoa e pegado a arma, que teria caído no chão.

Ele entregou a arma para polícia e após prestar depoimento foi liberado.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO