28.07.2010 | 19h15


Homem aplica "golpe do curso" e foge com o dinheiro



Mais de 100 pessoas registraram boletim de ocorrência na delegacia da Polícia Civil de Sinop (500 km de Cuiabá), nesta quarta-feira, contra Gerson Arsênio de Brito, acusado de ter aplicado o ‘golpe do curso’. Aproximadamente 120 pessoas se inscreveram para um curso de confeitaria, pagaram a matrícula e Gerson teria fugido com o dinheiro, aproximadamente R$ 20 mil. As informações são do repórter José Carlos Araújo, da Rádio Meridional FM.

De acordo com as vítimas do golpe, as inscrições custavam entre R$ 100 e 160, dependendo da carga horária. O golpista conseguiu inscrever interessados para os três períodos – matutino, vespertino e noturno, com previsão de começar as aulas no último dia 20. 

Porém, no dia marcado, os matriculados foram ao local do curso e receberam a informação de que o mesmo havia sido transferido para hoje. Ao retornarem ao local, nesta quarta-feira, não encontraram o "confeiteiro". Então foram ao hotel onde ele estava hospedado e se deram conta do estelionato.

Isso porque o proprietário do hotel também foi vítima de Gérson. O golpista saiu de madrugada, sem pagar a conta dos dias hospedados e ainda levando objetos do quarto. Uma emissora de TV e duas de rádio também foram vítimas do golpista. Na TV, por exemplo, o acusado deixou de pagar mais de R$ 4 mil de publicidade.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO