25.05.2020 | 09h29


POLÍCIA / SEPARAÇÃO SÓRDIDA

Homem ameaça esquartejar esposa e jogar pedaços do corpo no rio

Noite de domingo teve pelo menos dois registros de violência doméstica em Várzea Grande


DA REDAÇÃO

Dois homens foram presos em flagrante após agredirem e ameaçarem suas esposas, na noite de domingo (24), nos bairros Jardim Icaraí e Jardim Eldorado, em Várzea Grande. A Polícia Militar (PM) foi acionada, via Ciosp, nos dois casos.

O primeiro caso foi registrado no Jardim Icaraí e envolveu um casal que está se divorciando. O marido quer que a mulher saia da casa e, durante uma discussão, agrediu ela. O homem empurrou, enforcou e sufocou a vítima, além de dizer que se ela procurasse a polícia iria esquartejá-la e jogaria os pedaços do seu corpo no rio.

A mulher explicou que veio de outro estado, não tem família e amigos. Ou seja, não tem para onde ir. Essa á terceira vez que é espancada.

Já o segundo caso aconteceu no bairro Jardim Eldorado e o casal discutia por motivo fútil. Conforme a ocorrência, o marido chegou em casa e começou a discutir com a companheira. Em determinado momento pegou uma faca e ameaçou a mulher de morte. Ele chegou ir para cima da vítima, no entanto, seu cunhado impediu a agressão.

Tudo isso aconteceu na frente dos filhos de cinco anos e um bebê de um mês.

Os dois agressores foram encaminhados para Central de Flagrantes de Várzea Grande.

Denuncie

A Secretaria Nacional de Políticas oferta, desde 2005, a Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, no disque 180, para denúncias de violência contra mulher amparadas na Lei Maria da Penha.

É um serviço de utilidade pública, gratuito e confidencial (preserva o anonimato). O Ligue 180 tem como objetivo receber as queixas, orientar as vítimas, acionar a Segurança Pública e, se necessário, encaminhar para outros serviços.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO