15.10.2019 | 15h40


CARGA PRENSADA

Hilux em nome de prefeito de MT é apreendida com 83 kg de cocaína; traficante morre em confronto

Eduardo Flausino, prefeito de Figueirópolis D’Oeste, disse que vendeu o veículo no mês passado.


DA REDAÇÃO

Um traficante, que carregava 83 kg de cocaína escondidos em uma caminhonete Toyota Hilux, morreu em confronto com a Polícia Militar na zona rural do município de Luiz Eduardo Magalhães (Bahia), no último domingo (13).  O veículo estava em nome do prefeito Eduardo Flausino Vilela (PSDB), de Figueirópolis D’Oeste (387 km de Cuiabá).

O próprio prefeito normalizou a situação, explicando que vendeu o veículo no mês passado, mas que ainda não havia transferido para o nome do comprador. Como prova da transação, Flausino apresentou anúncios do veículo na internet, diálogo com o possível comprador e contrato de compra e venda reconhecido em cartório.

“Comunico que o referido veículo apreendido citado na reportagem consta em meu nome Eduardo Flausino Vilela, porém gostaria de esclarecer que realizei a VENDA DESSE VEÍCULO no dia 11 de setembro de 2019, como é comprovado através deste recibo em anexo. O comprovante de compra preenchido e reconhecido em cartório, portanto o veiculo não é mais de minha propriedade”, disse o prefeito em nota.

Durante abordagem no domingo, no município baiano, o motorista do veículo região e acabou baleado pelos militares. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os 83 kg da droga continham imagens da série El Chapo, da Netflix, que conta a história do mega traficante mexicano Joaquín Archivaldo Guzmán Loera (El Chapo) – um dos maiores e do mundo.

Um revólver calibre 38 também foi localizado no local do confronto. O caso foi encaminhado para a Polícia Federal.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO