08.10.2019 | 09h40


CLIMA TENSO

Garimpeiros protestam em MT contra desocupação; PM fecha cidade com helicóptero

Comerciantes fecharam as portas com medo do que possa acontecer. Cerca de duas mil pessoas 'fecharam' o Centro da cidade. PM mandou reforço e até um helicóptero Água


DA REDAÇÃO

Mais de dois mil garimpeiros expulsos da área em que faziam exploração ilegal de ouro, em Aripuanã (1.200 km de Cuiabá), fecharam uma rua no Centro da cidade, onde protestam desde a segunda-feira (07), contra a desocupação feita pela Operação Trype, deflagrada pela Polícia Federal (PF), em conjunto com as forças de segurança do Estado.

Em áudio ao que o teve acesso, o presidente do Sindicato dos Garimpeiros, Antônio Vieira da Silva exige um representante da Polícia Federal e outro da Mineradora Nexa para tentar acordo, segundo ele, pacífico, para retirada dos objetos pessoais e dos maquinários usados na extração de ouro no garimpo.

“Nosso objetivo é trancar o Centro da cidade porque a gente quer conversar com o representante da Nexa e representante da Polícia Federal. Alguém tem que falar com a gente, já aconteceram mortes. O nosso maquinário está lá dentro. Nós estamos a Deus dará aqui. Vamos fazer esse manifesto pacificamente. Têm mais de 2 mil garimpeiros aqui. Estamos sem

Aguia pm

Helicóptero da PM fechou a cidade (Foto: Max Campos)

lugar para dormir, sem lugar para comer, sem dinheiro. Queremos então representantes da Polícia Federal e da Nexa, se eles não vierem não vamos liberar o Centro da cidade”, declara Antônio Vieira.

Uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), que dá apoio à PF em Aripuanã, foi acionada e compareceu na manifestação para reabrir a rua “fechada” pelos garimpeiros, mas de acordo com apuração do , os manifestantes já fecharam a rua novamente. A PM mandou reforço e até um helicóptero Águia, que desceu no meio da cidade e fechou o local. 

O clima é de tensão, a população está com medo e o comércio do Centro da cidade está fechado. Ninguém sabe o que pode acontecer a qualquer momento com a intervenção policial e reação dos garimpeiros.

Morte

Um garimpeiro morreu atingido com dois tiros no peito após atirar contra policiais do Bope, que reagiram, na segunda-feira (07), durante a desocupação do garimpo.

Veja o vídeo

Operação Trype

A Polícia Federal desencadeou na madrugada dessa segunda-feira (07) a  2ª  fase da Operação Trype em  ação conjunta com forças de segurança do Estado de Mato Grosso.

Essa  etapa tem  objetivo de cessar as atividades de um  grande  garimpo de ouro ilegal no município de Aripuanã.

De acordo com as investigações, além  do  impacto ambiental  na região,  o garimpo ilegal  estaria causando  grande devastação social  no município com aumento do índice de homicídios, tráfico de drogas, prostituição etc. 

Cerca  de 160 policiais  e também  de servidores do Ibama e Secretaria Estadual de Meio Ambiente  atuarão   na área   durante toda semana.

Vídeos mostram o momento em que as forças policiais chegam no local. Veja matéria completa aqui.

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER