alexametrics
03.05.2011 | 19h06


POLÍCIA

Funcionário da Sadia é vítima de latrocínio em VG

MAYARA MICHELS 11h10
DA REDAÇÃO

Um auxiliar de produção da empresa Sadia morreu na madrugada desta terça-feira (3), após ficar internado oito dias em estado grave no Pronto Socorro de Cuiabá. Segundo informações do delegado Antônio Carlos Garcia, titular da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), João Batista de Campos, de 33 anos, foi baleado na cabeça durante um assalto no último dia 25, no bairro Capão Grande, em Várzea Grande.

As informações são de que ele estava em um bar na Rua Coimbra, quando dois homens armados invadiram o estabelecimento, por volta das 21h. Os acusados abordaram a vítima e pediram para que ele entregasse os pertences. Após o roubo a dupla atirou na cabeça da vítima.

Não há informações se João teria reagido ao assalto. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal para uma necropsia. O caso está sendo transferido para a Delegacia de Roubo e Furtos de Várzea Grande. A vítima não tinha passagens pela polícia.

A investigação trabalha com dois nomes, suspeitos de terem cometido o crime. Eles foram denunciados por moradores e já cometeram vários assaltos no Capão Grande.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime