05.08.2010 | 00h08


POLÍCIA

Fifa escolhe Cuiabá para projeto-piloto de monitoramento de estádios



Cuiabá é a primeira sede a receber a visita técnica do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, que está implantando um sistema de acompanhamento e monitoramento das obras dos estádios. O engenheiro Fábio Carvalho, do Departamento de Estádios do COL, visitou nesta quarta-feira (04.08) o canteiro de obras da Arena Pantanal, acompanhado de diretores da Agecopa, assessores técnicos e representantes do Consórcio Santa Bárbara/Mendes Júnior, responsável pela construção do novo estádio.

Cuiabá foi escolhida para implantação do projeto-piloto de monitoramento por estar com as obras mais adiantadas entre as doze cidades-sedes. “Estamos cumprindo rigorosamente o cronograma e alcançamos um estágio avançado, com mais de 60% do aterro concluído, em fase de terraplenagem e em breve começaremos as fundações da nova Arena”, disse o diretor de Infra-estrutura Carlos Brito.

Além do cumprimento dos prazos, a obra está sendo erguida a partir de conceitos de sustentabilidade ambiental, necessários à obtenção da certificação LEED – que atesta a eficiência da adoção de técnicas de preservação ambiental. Quase cem dias depois do início das obras, nenhum resíduo saiu do canteiro de obras, pois todo o material resultante da demolição do antigo Verdão está sendo reaproveitado na própria obra.

“Estamos atuando em várias frentes e a certificação ambiental, que foi considerada uma ousadia, hoje se revela como decisão acertada, permitindo que Cuiabá se apresente com o que há de mais moderno em termos de tecnologia, eficiência e respeito ao meio ambiente. Este é mais um motivo de orgulho para cada cidadão mato-grossense”, destacou Carlos Brito.

Esta situação favorável foi verificada in loco pelo representante do COL, que a partir de agora estarará coordenando a implantação do sistema de acompanhamento que integra as cidades-sedes e organiza o fluxo de informações.

O mecanismo deve estar funcionando na prática em três meses. Cada um dos locais definidos para receber os jogos do Mundial de 2014 será monitorado 24 horas por dia através de câmeras instaladas nos canteiros de obras. Na sede do COL na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, uma sala de controle vai comandar todo o processo até a efetiva conclusão dos novos estádios.

As câmeras, móveis, transmitirão imagens online, via internet, captadas a princípio pela Fifa, COL, comitês das 12 sedes e as três esferas de governo envolvidas com a Copa do Mundo. Outros níveis de acesso estão sendo estudados, incluindo a possibilidade de estendê-lo ao público em geral através do site do COL.
Monitoramento

O sistema permitirá que a Fifa e o COL tenham informações técnicas com rapidez, verificando se o projeto aprovado é o que está sendo tocado e também se as obras seguem o cronograma apresentado. Para interagir com o COL, os comitês terão de dispor, em cada estádio, de um escritório com engenheiro ou arquiteto, uma central de recepção de imagens, uma sala de vídeo e teleconferência, além de vários equipamentos, como rádio, laptop e impressora.

O sistema também prevê uma medição automática do "desempenho de cronograma", que, baseado em dados sobre o projeto, poderá confrontar a previsão inicial de conclusão das obras com a do instante da consulta.

O engenheiro Fábio Carvalho integra a equipe de Carlos De La Corte, consultor-técnico do COL para estádios, que em maio fez a primeira visita técnica às obras da nova Arena de Cuiabá.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO