26.06.2010 | 15h39


POLÍCIA

FIFA admite discutir bola Jabulani com a fabricante Adidas



A polêmica Jabulani ainda continua em pauta, apesar de a Copa do Mundo-2010 já ter chegado às oitavas de final. Neste sábado, Jerôme Valcke, secretário-geral da Fifa, afirmou que vai se reunir com a fabricante da bola, a Adidas.

"A Fifa não é surda com relação ao que se fala. Vamos discutir com a Adidas as questões técnicas da bola e ver o que é possível fazer", falou Valcke.

A Jabulani foi duramente criticada por vários jogadores, principalmente os da seleção brasileira.

Julio César a chamou de "bola de supermercado"; Luis Fabiano disse que parecia "sobrenatural"; já Felipe Melo considerou como uma "bola patricinha", que, ao contrário da 'mulher de malandro', não quer ser chutada.

Fora do Brasil, também surgiram críticas. Um dos goleiros dos Estados Unidos chamou a Jabulani de "pesadelo", enquanto Iker Casillas, arqueiro da Espanha e do Real Madrid, a chamou de "bola de praia".











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO