24.07.2019 | 09h40


REINCIDENTE

Falso PRF ameaça atirar em cliente durante discussão em açougue

É a segunda vez que Clélio é preso este ano, e a segunda vez que ele se passa por policial rodoviário federal


DA REDAÇÃO

Clélio Diirkes de Oliveira, de 59 anos, foi preso em flagrante por ameaçar com uma pistola, J.M.F, de 58 anos, na noite de segunda-feira (23), na casa de carnes Boi do Mato, na Avenida Miguel Sutil, Bairro Duque de Caxias. Aos policiais militares, o agressor disse que era da Polícia Rodoviária Federal (PRF), sendo uma informação falsa.

Segundo boletim de ocorrência, Clélio teve uma discussão com a vítima, que seria seu conhecido. Exaltado, ele proferiu ameaças como "você me conhece. Vou arrebentar você", logo após ele deixou o comércio e retornou minutos depois com uma arma de fogo.

Populares imobilizaram Clélio e acionaram a Polícia Militar (PM).

Com ele foram encontradas uma pistola Taurus calibre 380 e 17 munições do mesmo calibre.

É a segunda vez, neste ano, que Clélio é preso. No dia 28 de março, ele havia sido detido por espancar a ex-esposa K.V.M., de 39 anos e o filho K.M.G., de 14 anos. O crime ocorreu na noite de uma quinta-feira, no bairro Santa Rosa, em Cuiabá.

Na época, ele também alegou ser policial rodoviário federal. No entanto, a PRF desmentiu a informação e explicou que ele nunca fez parte do quadro da corporação.

Clélio Diirkes foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá. Ele irá responder por porte ilegal de arma, ameaça e falsa identidade.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER