23.05.2019 | 14h10


DISPUTA POR TERRA

Ex-prefeito de MT é preso acusado de ser mandante de duplo homicídio

Acusação é de que Alcides Milhomem não teria aceitado perder uma propriedade rural, localizada no Pará, para sua ex-mulher Célia Maranhão


DA REDAÇÃO

O ex-prefeito do município de Alto Boa vista, Alcides Milhomem de Cirqueira foi preso, na quarta-feira (22), pela Polícia Civil do Pará e de Mato Grosso, em São Félix do Araguia (1159km da Capital). Ele é acusado de ser mandante de um duplo homicídio, o crime se deu por uma disputa de terra no Pará (PA).

As investigações da Polícia Civil apontaram Alcides como o mandante das mortes de Gilvani Alves Feitoza e Valdemar Pinto da Rocha.

O ex-prefeito e sua ex-mulher, Célia Rita Maranhão Fonseca passaram por uma disputa judicial, que diz respeito à separação de bens do casal. A briga ocorreu por uma propriedade rural, que Alcides não aceita ter perdido.

Gilvani e Valdemar foram contratados, por Célia, para fazer a vigilância do local.

Os policiais cumpriam um mandado de prisão preventiva, expedido pela juíza Tainá Monteiro da Costa, da Comarca de São Félix do Xingú (PA). A prisão tem validade de 30 dias, para que o ex-prefeito não atrapalhe as investigações, já que testemunhas afirmaram que ele proferiu ameaças a diversas pessoas, para que provas do crime fossem destruídas.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER