31.05.2011 | 11h38


POLÍCIA

Estelionatária é presa no shopping; polícia investiga funcionários da Caixa

MAYARA MICHELS  10h07
DA REDAÇÃO

Jullain Paula da Silva Pires, de 23 anos, foi presa na noite desta segunda-feira (30), dentro do Shopping Pantanal, em Cuiabá. Segundo informações da Polícia Militar, Jullain dizia ser corretora e vendia casas sem que o proprietário soubesse. Ela trocava a fechadura e a pessoa se mudava para a residência. No mesmo dia, o verdadeiro dono aparecia e descobria que caiu em um golpe. A falsa corretora aplicou mais de 20 golpes em todo o estado. A estimativa é que ela tenha ganhado mais de R$ 200 mil. Vítimas estão prestando depoimento nesta terça-feira (31) e a polícia investiga se houve a participação de funcionários da Caixa Econômica Federal.

Segundo policiais do 3º Batalhão, Jullain foi descoberta, quando um policial chegou em sua residência e se deparou com as fechaduras trocadas e uma família residindo no local. A vítima explicou ao policial que comprou a casa da falsa corretora, pagou 20% da casa em dinheiro e que ela teria sumido.

O Grupo de Operações Inteligente começou a investigar Jullain, e na noite de ontem, ela foi presa depois de marcar um encontro com uma vítima. Outras três pessoas, que faziam a segurança dela, foram presas. Jeferson Alves, de 29 anos, José Fernando Ruas da Silva, de 26 anos, Gertrudes Antonieta Silva do Espirito Santos, de 18 anos foram presos e encaminhado a Central de Flagrantes.
Segundo as vítimas, as casas "vendidas" eram as de Cohab.

Ela levava a pessoa em uma casa vazia dizendo que estava sem a chave , mas que aquela  havia outra  igual,para mostrar. A vítima passava todos os documentos, ela fazia um financiamento pela Caixa Econômica Federal, e depois pedia 20% em dinheiro. A estelionatária, trocava a fechadura e entregava a casa a vítima. Depois desaparecia e o verdadeiro proprietário aparecia.

Ao prestarem depoimentos, os quatro foram encaminhados para a Polícia Federal, que está investigando o caso.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO