11.09.2019 | 11h20


OPERAÇÃO NA PCE

Em bilhete, preso pede para mulher recarregar celulares e cita até trecho da bíblia; veja

O material foi apreendido pelos agentes da Operação Elison Douglas, no último domingo (08).


DA REDAÇÃO

O site teve acesso a bilhetes de presos pedindo ajuda a uma garota, chamada apenas pelo apelido de Rafinha, para recarregar celulares. O texto teria sido escrito pelo companheiro da mulher, que cumpre pena na Penitenciária Central do Estado (PCE), antigo Pascoal Ramos, em Cuiabá. O material foi apreendido pelos agentes da Operação Elison Douglas.

Em um dos registros é possível ler o pedido dos criminosos. “Dá uma força de carregar 100% hoje mano”, referindo-se aos aparelhos celulares, já que as tomadas de energia foram retiradas das celas. O autor, intitulado como Júlio, estaria enviado mensagens por um drone e ainda prometeu ajudar a companheira.

Ele ainda pede para que ela leia a bíblia, no livro de Jeremias, capítulo 29, versículo 11, que diz "porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro".

Veja:

RepórterMT

bilhete pce

Uma das mensagens encontradas.

 

Como foi noticiado pelo , houve uma revista no raio 3 da PCE, no último domingo (8).  Os agentes penitenciários, do Grupo de Intervenção Rápida, fizeram uma vistoria nos itens pessoais dos detentos, em que encontraram os bilhetes e outros materiais como Viagra, celulares, entre outros.

A unidade prisional passa por uma readequação nas celas e por uma limpa geral, promovido pela Operação Elison Douglas. A ação ocorre em sigilo, desde o dia 12 de agosto, para fortalecer o enfretamento contra os crimes dentro da unidade prisional.

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:










(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Cuiabano  11.09.19 11h58
Enquanto isso, proíbe-se a bíblia nas escolas.

Responder

0
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO