24.01.2011 | 08h56


POLÍCIA

Duas pessoas morrem em acidentes nas rodovias de MT

MAYARA MICHELS 08H20
DA REDAÇÃO


Duas pessoas morreram neste fim de semana nas rodovias federais de Mato Grosso. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, foram registrados 27 acidentes e doze pessoas ficaram feridas.

Além disso, foram retidos 24 veículos, 14 carteiras de habilitação foram recolhidas, 635 autos de infração foram emitidos e 18 pessoas foram detidas.

Acidentes graves

Na manhã de sexta-feira (21) na BR-163, próximo ao município de Lucas do Rio Verde, Sebastião Batista de Amorim, de 42 anos, conduzia uma motocicleta Suzuki Intruder, quando caiu e acabou sendo atropelado por um veículo que vinha logo em seguida. Sebastião ficou gravemente ferido e morreu no local. O condutor do veículo envolvido fugiu do local sem prestar socorro.

Na BR-364 próximo ao município de Pedra Preta, Júlio César Mariano da Silva, de 27 anos, conduzia o caminhão VW 13180, quando saiu da pista para o lado direito vindo a capotar. O caminhão ficou tombado sobre o lado esquerdo. O condutor ficou preso sob a carroceria do veículo. Júlio César não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Motoristas embriagados

Em Várzea Grande, na BR-364, foi preso Domingos José Rondon, de 41 anos, condutor do veículo VW Gol. Ele dirigia sob influência de álcool, além de não possuir carteira de habilitação.

Em Sinop, na BR-163 foi preso Paulo Ricardo Alves dos Santos, de 23 anos, condutor do veículo VW Gol. Ele dirigia alcoolizado. Ocorrência encaminhada à Polícia Civil.

Na BR-163 foi preso Claudionor Carvalho Líbano, de 22 anos. Ele conduzia sob efeito de álcool a motocicleta Honda CG 125.

Na BR-070 foi preso Carlos Antônio Francisco Bezerra, de 36 anos. Ele conduzia alcoolizado o veículo Fiat Uno. As ocorrências foram encaminhada à Polícia Civil.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO