28.03.2019 | 14h10


GOLPE DA SPORT CARS

Dono vende carros de luxo e 'foge' com dinheiro de clientes; Veja vídeo

Camaro, Land Rover e outros veículos teriam sido adquiridos pela empresa e vendidos a terceiros sem que os valores fossem repassados aos donos.


DA REDAÇÃO

Vários clientes registraram boletins de ocorrência comunicando serem vítimas de estelionato da empresa SportCars Multimarcas, uma garagem que vende carros de luxo, localizada na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá.

Uma das vítimas disse, ao , que o prejuízo pode chegar à faixa dos R$ 5 milhões.

Um Camaro Amarelo, uma Land Rover e um Mercedez E-250 são alguns dos veículos que foram vendidos pela empresa e os valores não foram repassados aos clientes, donos dos carros.

O dono da Land Rover afirmou que combinou a venda do veículo pelo valor de R$ 195 mil com o dono da garagem, que se identificava apenas como Marcelo. A venda teria acontecido no dia (09) deste mês.

A vítima enviou fotos do carro e do recibo ao dono da garagem, porém, não recebeu o valor da venda e também não entregou o carro, devido a demora para a transferência do valor. Após um período, recebeu uma ligação em um homem teria afirmado ter comprado três carros da SportCars e que a Land Rover era um dos veículos do pacote.

“Acredito que a empresa esteja no nome de um 'laranja'. Ele (Marcelo) convenceu todo mundo de que é uma boa pessoa, deu o calote e desapareceu”, conta a vítima.

RepórterMT/Reprodução

Mercedez

Mercedez E-250 foi encontrada sendo vendida em garagem de Belo Horizonte.

A dona do Camaro Amarelo também registrou um boletim de ocorrência afirmando que vendeu o carro também no dia (09) de março, pelo valor de R$ 125 mil. O dono da garagem teria prometido fazer a transferência do valor no início da semana, pois era uma sexta-feira. A vítima teria deixado o o carro com ele confiando na transação, porém nunca recebeu o valor.

Além de não receber o dinheiro, a vítima descobriu que o Camaro está em posse de uma pessoa no município de Primavera do Leste (a 235 km de Cuiabá) e que provavelmente tenha sido vendido sem seu conhecimento.

Uma terceira vítima teria descoberto que seu o veículo Mercedez Bens E-250, no valor de R$ 145 mil, estava sendo vendido em outra garagem em Belo Horizonte, mesmo nunca tendo recebido o valor da venda do carro. A garagem de BH entrou em contato com o , afirmou que pagou pelo veículo, mas nunca recebeu a documentação.

A reportagem também recebeu imagens de funcionários realizando a retirada de móveis do prédio em que funcionava a empresa.

A Polícia Civil investiga o crime.

Alguns clientes entraram no prédio da empresa e 'pegaram' objetos como forma de ressarcimento.

Veja o vídeo

Outro lado

Em nota enviada ao , a defesa da loja disse que passou por dificuldades financeiras e passa por processo de falência.

Leia na íntegra

Em relação às matérias jornalísticas que aduzem que a loja SportCars teria dado um golpe, a empresa vem a público manifestar o seguinte: 

1. Devido às dificuldades econômicas da empresa nos últimos anos, ficou inviável a manutenção e gestão da empresa; 

2. Assim, a legislação brasileira determina que é dever do empresário que esteja em dificuldade econômica que não comporte recuperação judicial peça sua falência;

3. Desta forma, atendendo os ditames legais a empresa encerrou suas atividades seguindo os trâmites legais requerendo sua autofalência em juízo. 

É o que tinha a informar no momento. 

Cuiabá - MT, 28.03.2019

SportCars - Assessoria Jurídica

Leia também

Clientes invadem loja da Sport Cars e pegam o que encontram após golpe

 

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER