alexametrics
24.01.2011 | 14h21


POLÍCIA

Dois policiais são presos e um executado em assalto em Rondonópolis

MAYARA MICHELS 09h20
DA REDAÇÃO


Policiais do 5° Batalhão de Polícia Militar de Rondonópolis (210 km ao Sul de Cuiabá) prenderam dois colegas da PM que tentaram assaltar a Fábrica da Coca-Cola, na madrugada de domingo, no munícipio. De acordo com o Major Moura, das quatro pessoas que participaram do assalto, três são policiais militares. O terceiro PM foi encontrado morto na tarde deste domingo (23) às margens da Rodovia do Peixe. 

As primeiras investigações apontam que o PM Julierne Franklin Anacleto, de 28 anos, foi executado pela própria quadrilha após a tentativa frustrada do assalto. Ele foi encontrado com várias perfurações de bala pelo corpo, sendo uma delas na cabeça. A caminhonete Ranger utilizada no crime também foi encontrada abandonada no bairro Jardim Santa Cruz.

Ao tentarem invadir a distribuidora, houve troca de tiros entre a quadrilha e os vigilantes da empresa. Franklin, ao perceber que foi baleado no braço, resolveu fugir do local com o policial Ricardo Duart Neves, e José Leandro da Silva (amigo dos policiais).

Apenas o policial Genival Ferreira de Souza, 29 anos, permaneceu no local. Como os vigilantes já tinham acionado a polícia pelo número 190, logo em seguida chegaram duas equipes da policia, e prenderam em flagrante Genival Ferreira. O policial, após ser preso, informou à polícia o nome dos outros dois policiais que participaram do assalto.

Ricardo Duarte e José Leandro da Silva se apresentaram na manhã de hoje para a Polícia. Os dois foram presos em flagrantes. O boletim de ocorrência do caso será encaminhado para a Corregedoria da Polícia Militar em Cuiabá, e tudo indica que os dois policiais serão excluídos da corporação.

Um dos policiais militares envolvidos na tentativa de assalto trabalhava no Presídio da Mata Grande e os outros dois na Companhia Comunitária do bairro Vila Aurora, em Rondonópolis. A polícia investiga se os policiais já tinham passagens pela policia e também problemas administrativos.

Revolta

Na manhã desta segunda-feira está havendo uma manifestação de outros policiais militares. Até mesmo alguns que estavam de folga compareceram para demonstrar a indignação sobre o fato. Colegas de trabalho do policial morto disseram que não iriam ao velório de bandido.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime