alexametrics
06.12.2010 | 21h54


POLÍCIA

Desesperada, mãe acorrenta filho para evitar consumo de drogas

PRIMEIRA HORA

Mãe de um dependente químico de 14 anos, a dona-de-casa Elizabeth Soares, moradora do município de Confresa, na região do Araguaia, se viu obrigada a acorrentar o menor dentro de casa por falta de uma política de saúde eficiente em Mato Grosso. Ele, porém, conseguiu escapar e horas depois já praticava furtos na cidade.

Ela relatou, conforme reportagem do site Agência de Notícias, que está desesperada ao ver o filho de 14 anos se entregar ao 'crack', um dos anarcóticos mais agressivos à saúde, e, sem alternativa, decidiu tomar uma medida drástica. Depois de ir até a delegacia de Polícia Civil do município chegou em casa e o acorrentou na cama. 

Ela explicou que o filho é viciado há dois anos e que já tentou de todas as formas, sem sucesso, mandá-lo para uma clínica de reabilitação. Afirma ainda que já buscou ajuda na Prefeitura de Confresa, no Conselho Tutelar, na Promotoria e no Fórum, mas até hoje não conseguiu solucionar o problema.

No entanto, o menor conseguiu tirar as correntes e fugiu de casa. E por volta das 2 horas da madrugada deste sábado (4) teria praticado um furto na companhia de outros menores também usuários de droga. "A Polícia Militar foi acionada e conseguiu deter um dos infratores que disse ter cometido o delito com outros três adolescentes, entre eles o menor que estava acorrentado em casa pela manhã", diz trecho da reportagem.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime