01.08.2020 | 17h40


POLÍCIA / DADOS DA OUVIDORIA

Denúncias contra policiais aumentam 208% na pandemia

Dos 140 casos registrados em abril, maio e junho, 33% foram encaminhados para a PM investigar



O relatório trimestral da Ouvidoria Geral de Polícia traz os dados sobre as ocorrências que chegaram ao órgão de controle social no segundo trimestre de 2020 (abril, maio e junho). São os primeiros dados já sob efeito das medidas de isolamento social necessárias para conter a propagação do coronavírus.

A quantidade de manifestações teve um aumento de 116% em relação ao primeiro trimestre de 2020. Se comparado ao ano de 2019 o aumento, somente do primeiro semestre, é de 208%. Das 140 manifestações recebidas, 33% foram encaminhadas para a PM.

Houve um pico em maio, quando pessoas em situação de rua relataram abordagens abusivas, no momento de maior isolamento social registrado.

Para o Ouvidor-geral de Polícia, Lúcio Andrade, “o aumento se deu principalmente pelo fato de estarmos mais próximos da sociedade civil organizada e também com a divulgação da OGP em redes sociais e matérias jornalísticas. É inegável que o acesso à ouvidoria está maior, mas não podemos descartar a possibilidade de um aumento real de ocorrências”.

O cidadão pode realizar denúncias, reclamações, solicitações ou elogios com a garantia do sigilo do reclamante. A Ouvidoria Geral de Polícia recebe comunicações pertinentes à Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Detran, Sistema Penitenciário e Socioeducativo.

Contatos

O cidadão pode entrar em contado com a Ouvidoria por telefone, e-mail ou ainda por meio do Fale Cidadão, disponível no site oficial do Governo do Estado de Mato Grosso.

(65) 3614-3103 / 3614-3102

(65) 9962-4270

ouvidoriadepolicia@sesp.mt.gov.b











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO